O que faz um Enfermeiro Neonatologista? Veja 7 funções desse especialista!

recem-nascido-

A Enfermagem Neonatal é uma área bastante procurada, oferecendo várias oportunidades no mercado de trabalho. Nesse sentido, você sabe o que faz um enfermeiro neonatologista em seu dia a dia de atuação?

O papel desse profissional é fundamental na assistência ao recém-nascido, promovendo cuidados e favorecendo o seu desenvolvimento. Logo, esse tipo de enfermeiro desenvolve um trabalho essencial.

Ficou interessado no assunto e quer saber o que faz um enfermeiro neonatologista? Então acompanhe a leitura!

O que faz um enfermeiro neonatologista?

O objetivo principal do enfermeiro neonatologista é acompanhar os recém-nascidos durante o período de hospitalização, acolhendo as suas famílias. Veja algumas funções importantes desempenhadas pelo profissional!

1. Estabelece o vínculo entre bebê e a família

Uma das principais atividades realizadas por esse tipo de enfermeiro é estimular o vínculo entre o bebê e a família. O período pós-parto é fundamental para fortalecer a conexão entre o recém-nascido, a mãe e as demais pessoas do núcleo familiar.

Nesse momento, forma-se o laço psíquico e social entre o neonatal e a família. Logo, é de responsabilidade do enfermeiro auxiliar no processo, principalmente na hora da amamentação, quando há um contato mais íntimo do bebê com a mãe, e nos primeiros cuidados com a saúde da criança.

2. Realiza procedimentos de alta complexidade

O enfermeiro neonatal também trabalha na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) ao recém-nascido e na Unidade de Tratamento Intensivo Pediátrico, auxiliando a equipe médica a realizar procedimentos de média e alta complexidade.

O objetivo é acompanhar bebês prematuros e cuidar da criança com complicações de saúde no período pós-parto.

gravida
Esse profissional também realiza procedimentos de média e alta complexidade. fonte: Shutterstock.

3. Avalia o crescimento dos recém-nascidos

Acompanhar o crescimento dos recém-nascidos é fundamental para saber se a saúde do bebê está bem ou se ele precisará de maior tempo de internação. Por isso, cabe ao enfermeiro neonatologista acompanhar o neonatal, realizando exames físicos para identificar mudanças de peso e de altura após o parto.

O enfermeiro neonatologista avalia o crescimento dos recém-nascidos. Fonte: Shutterstock.

4. Conduz o gerenciamento de unidades neonatais

As unidades neonatais contam com equipamentos, estrutura e técnicas adequadas para o cuidado integral aos recém-nascidos que chegam em estado grave. Normalmente elas se dividem de acordo com a necessidade de cada pessoa.

Entre elas está a Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru e Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional.

5. Orienta o técnico de enfermagem neonatal

De modo geral, na área da saúde existem diversas divisões. Logo, cada um realiza as suas funções conforme a formação e a competência que o profissional dispõe. Nesse caso, muitas pessoas se perguntam se um técnico de enfermagem pode assumir o controle de um enfermeiro.

A verdade é que existem atribuições para médicos e enfermeiros. Esses, por sua vez, orientam os técnicos a manter uma assistência humanizada e segura nas unidades neonatais.

O objetivo é manter o controle dos equipamentos hospitalares e de práticas que propagam a prevenção e o controle das doenças transmissíveis.

6. Administra medicamentos

Os bebês na unidade de neonatologia frequentemente necessitam de medicações específicas. Os enfermeiros neonatologistas são responsáveis por administrar medicamentos de acordo com as prescrições médicas, ajustando doses e horários conforme necessário.

7. Oferece suporte respiratório

Muitos bebês prematuros ou doentes têm dificuldades respiratórias e podem precisar de suporte respiratório. Os enfermeiros neonatologistas operam e monitoram dispositivos como ventiladores mecânicos e auxiliam no cuidado da via aérea dos bebês.

Quais são os desafios do enfermeiro neonatologista?

Os enfermeiros cumprem um papel fundamental na sociedade, e isso se torna ainda mais evidente quando se trata da área neonatal. No entanto, a especialidade dedicada aos cuidados aos recém-nascidos requer bastante compromisso da equipe para lidar com os vários desafios no ambiente clínico e hospitalar.

Um dos principais desafios do enfermeiro neonatologista é o fato de os profissionais cuidarem de pacientes que, em muitos casos, apresentam um estado crítico de saúde, sejam eles bebês, recém-nascidos ou neonatos enfermos.

Além disso, os profissionais da área devem ter capacidade de se comunicar bem com a família, agindo em situações traumáticas envolvendo o recente laço entre o recém-nascido e a mãe.

enfermeira
Os desafios do enfermeiro neonatologista incluem cuidar de bebês prematuros e com condições médicas delicadas. Fonte: Shutterstock.

Por outro lado, a Enfermagem Neonatal, junto a avanços na ciência e o comprometimento de outros profissionais de saúde, é a grande responsável pelo aumento da expectativa de vida de bebês com comorbidade.

Agora é com você!

Agora que você já sabe o que faz um enfermeiro neonatologista, chegou a hora de pensar na formação para atender de maneira ágil os recém-nascidos em estado crítico de saúde. Para isso, é importante escolher uma instituição de ensino referência no mercado.

Na Anhanguera, você pode fazer o curso de Enfermagem com o auxílio de professores mestres e doutores experientes. Além disso, temos uma infraestrutura de ponta, com laboratórios bem equipados.

Não perca mais tempo e estude em uma boa faculdade. Inscreva-se no vestibular de Enfermagem da Anhanguera e saia na frente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima