O que faz um Enfermeiro Intensivista? Veja 7 funções desse profissional!

enfermeira

Você sabe o que faz um enfermeiro intensivista? Esse profissional desempenha um papel essencial dentro da UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Afinal, é ele quem presta suporte aos pacientes em estado crítico de saúde.

Desse modo, o enfermeiro intensivista lida com desafios diariamente para ajudar na recuperação das pessoas. Além disso, a área oferece excelentes oportunidades aos profissionais.

E aí, quer saber mais sobre o dia a dia de um enfermeiro intensivista? Então acompanhe a leitura e descubra o que o profissional faz!

O que faz um enfermeiro intensivista?

Rapidez e eficiência são algumas das palavras que fazem parte do dia a dia do enfermeiro intensivista. O momento da admissão é fundamental para que a situação da pessoa em estado crítico se altere.

Portanto, uma das funções do profissional é aferir os sinais vitais, garantindo que o paciente receba o suporte o quanto antes. Além disso, os enfermeiros intensivistas participam de procedimentos como reanimação por via de massagem cardiotorácica e a intubação de pessoas que necessitam de uma oxigenação extra aos tecidos.

Confira, abaixo, outras funções desempenhadas pelo enfermeiro intensivista!

1. Auxilia em procedimentos médicos de maior complexidade

Um enfermeiro intensivista é responsável por ajudar nos procedimentos médicos de maior complexidade, como intubação e punção venosa central. Além dessas técnicas, os profissionais podem realizar:

  • punção de veia jugular externa;
  • cateterismo nasogástrico e nasoentérico;
  • cateterismo vesical de demora;
  • punção arterial para o monitoramento de pressão arterial invasiva e para gasometria;
  • aspiração de vias aéreas.

Ao observar todos esses procedimentos que o enfermeiro intensivista pode fazer ou ajudar na execução, pode-se perceber o quanto esse profissional precisa ter um vasto conhecimento, não é mesmo?

2. Avalia lesões mais graves

Em alguns casos, as feridas são tão graves que é necessário a atuação de um enfermeiro intensivista para fazer uma avaliação do quadro e, até mesmo, o curativo dessas lesões.

Além disso, é normal que pacientes que ficam muito tempo em repouso e na mesma posição, como aqueles que permanecem na UTI, apresentem escaras de decúbito, ou seja, feridas causadas pela pressão do corpo sobre a pele. Logo, o enfermeiro intensivista também atua nos cuidados dessas ulcerações.

3. Faz desbridamento de feridas

Você sabe o que é desbridamento de feridas? Ele consiste em um procedimento para remover tecido infeccionado e morto a fim de promover a cicatrização e evitar que a infecção aumente. Logo, ele é muito usado para tratar queimaduras e feridas que não cicatrizam com tratamento medicamentoso.

Além disso, o desbridamento pode ser feito com o objetivo de retirar materiais estranhos das feridas, como madeira, pedaços de vidro, metal etc. Por ser uma técnica que demanda um domínio mais profundo, só pode ser realizada por um médico ou enfermeiro intensivista.

4. Realiza monitoramento contínuo

Os enfermeiros intensivistas monitoram os sinais vitais dos pacientes de maneira contínua, incluindo frequência cardíaca, respiração, pressão arterial e saturação de oxigênio. Eles também podem monitorar a atividade cerebral, nível de consciência e outros parâmetros relevantes, dependendo da condição do paciente.

enfermeiro
Os enfermeiros intensivistas monitoram os sinais vitais dos pacientes de maneira contínua. Fonte: Shutterstock.

5. Presta assistência em procedimentos

Enfermeiros intensivistas podem ajudar os médicos e outros profissionais de saúde durante procedimentos médicos e cirúrgicos realizados na UTI. Isso pode envolver o preparo do paciente, fornecimento de instrumentos e monitoramento durante o procedimento.

enfermeiro bebe
O Enfermeiro Intensivista presta assistência em procedimentos. Fonte: Shutterstock.

6. Faz a comunicação com a equipe de saúde

Os enfermeiros intensivistas desempenham um papel crucial na comunicação entre médicos, terapeutas, familiares e outros membros da equipe de saúde. Eles fornecem atualizações sobre a condição do paciente, discutem planos de tratamento e colaboram para tomar decisões informadas.

7. Instala sistemas e aparelhos

É comum em uma UTI a necessidade de aparelhos e sistemas que ajudam no monitoramento das condições dos pacientes, dando suporte às vidas dos internados.

Quem realiza a montagem, instalação e testagem desses equipamentos, como o de ventilação mecânica invasiva, é o enfermeiro intensivista. Por se tratar de um sistema mais complexo, é preciso o conhecimento e a expertise desse profissional.

Como é o mercado de trabalho para o enfermeiro intensivista?

A área da Enfermagem Intensivista é relativamente nova. Ela surgiu para suprir uma demanda muito importante: os cuidados com os pacientes mais debilitados e que precisam ser monitorados para se recuperarem.

Portanto, existe uma grande demanda desse profissional no mercado. Assim, é um segmento em plena expansão, com muitas oportunidades e com vagas praticamente garantidas logo após você receber o diploma de sua especialização.

Estude na Anhanguera!

E aí, após saber mais sobre o que faz um enfermeiro intensivista, você teve o desejo de fazer o curso de Enfermagem? Então saiba que a Anhanguera está de portas abertas para recebê-lo!

Em nossa instituição de ensino, você encontrará um corpo docente formado por especialistas, mestres e doutores experientes. Além disso, temos formas de ingresso facilitadas, bolsas de estudos e laboratórios de ponta com todos os equipamentos necessários para as aulas práticas.Não perca mais tempo e mude o seu futuro. Inscreva-se no vestibular de Enfermagem da Anhanguera e saia na frente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima