Entenda como está o mercado de trabalho em Farmácia!

farmaceutica

Uma das principais estratégias para saber se uma carreira combina com o seu perfil é a análise das possibilidades de atuação. Logo, além de conferir se essa é uma graduação que você gostaria de estudar, ajuda a descobrir se é algo com o qual seria interessante trabalhar. Nesse contexto, vale a pena conhecer o mercado de trabalho em Farmácia.

Após a conclusão do curso, você se tornará um farmacêutico generalista, podendo trabalhar em laboratórios de análises clínicas, na indústria cosmética e farmacêutica ou na manipulação de diferentes tipos de medicamentos.

E aí, ficou interessado e quer saber como é o mercado de trabalho em Farmácia? Então continue a leitura!

Como é o mercado de trabalho em Farmácia?

Quem se forma no curso de Farmácia encontrará um mercado de trabalho bem aquecido e alta empregabilidade. Segundo dados do portal Panorama Farmacêutico, baseado em estimativas do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), em 2022, aproximadamente 49 mil farmacêuticos foram contratados com registro em carteira de trabalho.

Pelo terceiro ano seguido, a profissão de Farmácia é a segunda que mais gerou empregos formais no país entre as carreiras com exigência de diploma, atrás apenas de enfermeiros.

É previsto em Lei que drogarias e farmácias devem ter farmacêuticos em seu quadro de funcionários. Além desses estabelecimentos, os profissionais de Farmácia encontram oportunidades de emprego em:

  • Saúde Pública;
  • Vigilância Sanitária;
  • Institutos de Pesquisa;
  • Laboratórios de Análises Clínicas;
  • Indústrias de alimentos, cosméticos ou medicamentos;
  • Hospitais privados e públicos.

Para se destacar nesse mercado em expansão, é fundamental investir na educação e na atualização dos conhecimentos. Por essa razão, participar de atividades de extensão durante a graduação, realizar cursos livres, construir um currículo atraente e apostar em uma pós-graduação são políticas benéficas para conquistar as melhores oportunidades.

Quais são as atribuições do farmacêutico?

Agora, você conhecerá as principais atividades desempenhadas por um farmacêutico em sua rotina de trabalho. Acompanhe!

Preparação de fórmulas

Com a pesquisa científica, o farmacêutico pode preparar fórmulas de medicamentos e produtos, tanto na fase produtiva quanto na experimental. Isso possibilita a atuação em diferentes locais: farmácias de manipulação, ambulatórios, hospitais, institutos de beleza etc.

Pesquisas e testes

Desde a fase de desenvolvimento até um medicamento ser considerado adequado para o paciente, ou um produto ser comercializado, ele precisa passar por testes rigorosos. Assim, essa é considerada uma das principais atividades do farmacêutico.

microscopio
Fazer pesquisas e testes faz parte das atribuições do farmacêutico. Fonte: Shutterstock.

Quem deseja se dedicar a essa área pode até mesmo atuar em faculdades, uma vez que o grande número de medicamentos começa a ser produzido em laboratórios universitários, com a ajuda de alunos e professores pesquisadores.

Por outro lado, empresas farmacêuticas e outros centros de saúde podem patrocinar estudos de pesquisa, com fins comerciais e científicos.

Exames para diagnóstico

Os farmacêuticos também estão autorizados a fazer exames de análises clínicas e solicitar exames laboratoriais para diagnóstico de doenças. Este último era um antigo desejo do setor, que foi consentido pelo Conselho Federal de Farmácia, na Resolução 585/2013.

Esse trabalho auxilia na complementação da atuação dos médicos, principalmente na detecção de efeitos colaterais de remédios.

analises-clinicas-
O farmacêutico é responsável por realizar exames para diagnóstico. Fonte: Shutterstock.

Distribuição e comercialização de produtos

A logística de comercialização e distribuição de produtos farmacêuticos não é tão simples. É necessário pensar em diversas questões, como manipulação, formas de acondicionamento, temperatura ideal de conservação, higiene, entre outros.

Logo, os profissionais também podem se especializar nessa área com o objetivo de gerir os processos de distribuição, desde a indústria aos consumidores finais.

Qual é o salário do profissional de Farmácia?

Está curioso para conhecer o salário do farmacêutico? O profissional recebe, em média, R$ 3.801,31* para uma jornada de trabalho de 41 horas semanais. O teto salarial chega a um valor de R$ 6.540,69* e o piso fica em 3.697,49*.

Contudo, saiba que a remuneração pode variar bastante conforme alguns fatores, como experiência do profissional e cidade em que atua. Veja:

  • Belo Horizonte (MG): R$ 4.481,89*;
  • São Paulo (SP): R$ 4.435,11*;
  • Brasília (DF): R$ 4.110,11*;
  • Curitiba (PR): R$ 3.852,55*.

O tipo de empresa em que o farmacêutico trabalha também influencia em seu salário. Dá só uma olhada:

  • fabricação de medicamentos alopáticos para uso humano: R$ 6.410,94*;
  • locação de mão de obra temporária: R$ 4.366,64*;
  • comércio atacadista de medicamentos e drogas de uso humano: R$ 4.094,51*;
  • comércio varejista de produtos farmacêuticos, com manipulação de fórmulas: R$ 3.841,95*.

Quais são as áreas da Farmácia?

Uma das vantagens de seguir carreira em Farmácia é que você encontrará diversas áreas de atuação. Confira, a seguir, as principais!

Clínica

O farmacêutico pode atuar na orientação sobre o uso correto de medicamentos, além de agir na prescrição farmacêutica. Ademais, os profissionais realizam pequenas conferências e consultas, informando sobre as possíveis interações medicamentosas.

Farmácia Veterinária

Assim como as pessoas, muitos animais necessitam fazer uso de medicamentos para tratar doenças. No entanto, os pets apresentam características diferentes e exclusivas, impedindo o uso dos mesmos remédios que os humanos.

O farmacêutico veterinário atua no estudo e na produção de fórmulas e medicamentos para uso em cachorros, gatos, cavalos, coelhos etc. Além disso, ele trabalha em um hospital veterinário ou em um pet shop, ajudando na orientação dos donos dos animais sobre a administração dos remédios.

Perícia Criminal

A perícia criminal também é um campo no qual o farmacêutico pode atuar. É de responsabilidade desse profissional o exercício de pericial aplicado, ou seja, ele pode atuar como perito de crimes, tentando solucionar casos de polícia por meio de exames laboratoriais.

É possível analisar substâncias químicas usadas em cenas de crimes como venenos e ácidos, sangue das vítimas e dos possíveis criminosos.

Agora é com você!

Agora que você já sabe como é o mercado de trabalho em Farmácia, saiba que, para concorrer às vagas e ocupar os melhores cargos é fundamental investir na formação superior.

Na Anhanguera, o curso de Farmácia pode ser feito nas modalidades presencial e semipresencial e você terá acesso a diversas vantagens. As principais são infraestrutura de ponta, laboratórios bem equipados, corpo docente experiente e possibilidade de concorrer a bolsas de estudos!

Gostou do conteúdo e quer fazer o curso de Farmácia em uma boa faculdade? Não deixe sua carreira para amanhã! Inscreva-se no vestibular online da Anhanguera!

*Sujeito a alterações

Perguntas Frequentes

Quem faz Farmácia pode se especializar em que?

Após a conclusão do curso de Farmácia, você poderá fazer uma especialização para ter uma atuação mais direcionada. As principais são Farmácia Hospitalar e Clínica, Farmácia Hospitalar Oncológica, Radiofarmácia e Análises Clínicas e Toxicológicas.

Qual é o salário de um atendente de Farmácia?

A média salarial de um atendente de Farmácia é de R$ 1.539,85 para uma jornada de trabalho de 43 horas semanais. Contudo, o teto salarial pode chegar a um valor de 2.497,85.

Qual a área de Farmácia ganha mais?

Uma das áreas da Farmácia mais bem pagas é a de Farmácia Nuclear. O profissional recebe cerca de R$ 3.828,28 para uma jornada de trabalho de 39 horas semanais. Contudo, o teto salarial pode atingir o valor de R$ 7.186,87.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima