Entenda o que é Farmacognosia, e sua aplicação no ramo da Farmácia!

microscopio

Você tem o interesse de cursar a graduação em Farmácia e ser um profissional de sucesso? Então saiba que o primeiro passo é investir nos estudos e ficar por dentro dos principais conceitos da área.

Nesse sentido, muitos estudantes já se perguntaram: afinal, o que é Farmacognosia? Esse é considerado um dos termos mais antigos da Farmacologia e tem como foco o estudo dos principais ativos naturais.

Ficou interessado no assunto? Neste post, vamos explicar o que é Farmacognosia e a sua aplicação na Farmácia. Veja!

O que é Farmacognosia?

A Farmacognosia é a área do conhecimento dedicada ao estudo completo dos ativos animais e vegetais, para fins medicamentosos, desde a sua obtenção até a sua finalidade. Assim, é a ciência responsável pelo estudo de todos os fatores envolvidos na produção e obtenção de um produto natural biologicamente ativo.

Qual é o objetivo da Farmacognosia?

O objetivo da Farmacognosia é estudar as substâncias de origem natural presentes em animais, plantas e outros organismos, com o intuito de compreender as suas propriedades farmacológicas, químicas e terapêuticas.

Essa ciência é voltada para a investigação dos produtos naturais, com ênfase nas plantas medicinais, e tem uma longa tradição na história da farmácia e na medicina. Os profissionais da área buscam identificar e isolar os componentes bioativos das matérias-primas naturais e estudar as suas estruturas químicas.

microscopio
O objetivo da Farmacognosia é estudar e explorar as propriedades farmacológicas de compostos naturais. Fonte: Shutterstock.

Dessa maneira, a Farmacognosia desempenha um papel importante no desenvolvimento e na descoberta de novos fármacos a partir de fontes naturais, além de contribuir para o aprimoramento de medicamentos já existentes.

Qual é a aplicação da Farmacognosia no ramo da Farmácia?

A Farmacognosia conta com diversas aplicações importantes no ramo da Farmácia, contribuindo de maneira significativa para o desenvolvimento, a produção e a comercialização de medicamentos e produtos farmacêuticos.

Confira, abaixo, as principais aplicações!

Descoberta de novos fármacos

A Farmacognosia é responsável pela identificação e isolamento de compostos bioativos presentes em plantas medicinais e outras fontes naturais. Muitos medicamentos modernos têm a sua origem em produtos naturais, e a pesquisa no ramo ajuda a encontrar novas moléculas com potencial terapêutico.

farmacologia
Farmacognosia: descoberta de novos fármacos naturais. Fonte: Shutterstock.

Desenvolvimento de fitoterápicos

Os fitoterápicos são medicamentos produzidos a partir de plantas medicinais. A Farmacognosia contribui para a seleção das matérias-primas adequadas, a padronização dos extratos vegetais e a determinação das concentrações eficazes dos principais ativos nos produtos fitoterápicos.

Avaliação da eficácia e segurança de produtos naturais

Por meio dos estudos farmacológicos e toxicológicos, a Farmacognosia ajuda a determinar a eficácia terapêutica e a segurança dos produtos naturais. Isso auxilia na seleção e prescrição responsável de medicamentos de origem natural.

Controle de qualidade de produtos farmacêuticos

A análise de matérias-primas vegetais e produtos acabados é uma importante aplicação da Farmacognosia para garantir a qualidade, autenticidade e pureza dos medicamentos e suplementos à base de produtos naturais.

Estudos de interações medicamentosas

A Farmacognosia também investiga possíveis interações entre produtos naturais e medicamentos sintéticos. Isso permite que os profissionais de saúde alertam os pacientes sobre os potenciais riscos ou benefícios da combinação de diferentes substâncias.

Conservação da biodiversidade

A Farmacognosia também pode contribuir para a preservação da biodiversidade. Ela ocorre ao estudar e incentivar o uso sustentável de plantas medicinais, evitando a exploração predatória de espécies em risco de extinção.

Quais são as áreas da Farmacognosia?

A Farmacognosia pode ser dividida em diversas áreas, cada uma com objetivos diferentes. Confira:

  • botânica farmacêutica: estuda a identificação, classificação e caracterização das plantas medicinais e outras fontes naturais utilizadas na produção de medicamentos;
  • química de produtos naturais: investigação das estruturas químicas e propriedades dos compostos bioativos presentes em plantas medicinais e outros organismos;
  • farmacologia de produtos naturais: avaliação dos efeitos biológicos e farmacológicos de compostos naturais em sistemas biológicos e organismos vivos;
  • fitoterapia: utilização terapêutica de plantas medicinais e produtos naturais para prevenção e tratamento de doenças;
  • análise de produtos naturais: métodos de análise e controle de qualidade de matérias-primas e produtos acabados à base de produtos naturais;
  • toxicologia de produtos naturais: estudo dos efeitos tóxicos e potenciais riscos à saúde associados ao uso de produtos naturais;
  • farmacognosia industrial: aplicação dos conhecimentos da Farmacognosia na produção e desenvolvimento de medicamentos e produtos farmacêuticos;
  • etnofarmacologia: estudo do conhecimento tradicional e uso de plantas medicinais por diferentes culturas e comunidades;
  • biotecnologia de produtos naturais: utilização de técnicas biotecnológicas para a produção e modificação de compostos naturais com fins terapêuticos.

Invista em você!

Gostou de saber o que é Farmacognosia e qual é a importância desse ramo? Então saiba que é possível aprofundar ainda mais os conhecimentos no assunto ao cursar a graduação em Farmácia.

Na Anhanguera, você poderá cursá-la nas modalidades presencial e semipresencial, sendo possível escolher a opção que melhor se encaixa em sua rotina. Além disso, temos um corpo docente qualificado e preparado para tirar todas as suas dúvidas e infraestrutura completa!

Não perca mais tempo e estude em uma boa faculdade. Inscreva-se no vestibular de Farmácia da Anhanguera e mude o seu futuro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima