Como ser Fonoaudiólogo? Conheça a Faculdade para atuar na profissão!

Você sabe como ser fonoaudiólogo? Se o seu desejo é ajudar as pessoas e trabalhar em uma profissão da área da saúde, provavelmente você já se questionou como é possível atuar nessa carreira e ser reconhecido.

Ao entender mais sobre o assunto, você poderá escolher o curso certo, se graduar e ingressar no mercado de trabalho. Logo, para isso, é fundamental entender como se tornar um fonoaudiólogo de sucesso.

Ficou interessado no assunto? Então acompanhe a leitura e descubra como ser fonoaudiólogo!

Como ser fonoaudiólogo?

Para se tornar fonoaudiólogo, é necessário concluir o ensino médio e, depois, ingressar no curso de Fonoaudiologia. Após a conclusão da graduação, é fundamental obter o registro profissional junto ao Conselho Regional de Fonoaudiologia do estado em que se pretende atuar.

Como é o curso de Fonoaudiologia?

Como você viu, para se tornar um fonoaudiólogo, é necessário fazer o curso superior em Fonoaudiologia. Mas como funciona essa graduação na prática?

A faculdade, classificada como da área de Biológicas e da saúde, apresenta uma abordagem multidisciplinar que incorpora conceitos tanto das Ciências Biológicas quanto das Humanas.

Assim, trata-se de uma graduação do tipo Bacharelado, caracterizada por uma formação prolongada que confere licença para atuar em uma área específica, sujeita a conselhos e regulamentações específicas.

O objetivo da faculdade de Fonoaudiologia é proporcionar aos estudantes os conhecimentos necessários para lidar com pacientes que apresentam transtornos na área da fala e audição. Ou, ainda, que buscam aprimorar aspectos como a voz e a dicção.

O foco do curso envolve disciplinas que abrangem anatomia e fisiologia humana, com matérias voltadas para a compreensão da percepção social e humana desses pacientes. A natureza complexa do curso demanda um alto nível de dedicação e envolvimento por parte dos alunos.

Quantos anos dura o curso de Fonoaudiologia?

O curso de Fonoaudiologia tem duração média de 4 anos, ou seja, 8 semestres. Assim, trata-se de uma graduação do tipo Bacharelado, que confere ao estudante a formação necessária para atuar como fonoaudiólogo, lidando com questões relacionadas à comunicação humana, distúrbios da fala, linguagem, audição, voz e motricidade orofacial.

Vale ressaltar que a duração do curso pode variar conforme a instituição de ensino, mas a média de 4 anos é comum em muitas faculdades.

Quais são as principais matérias do curso de Fonoaudiologia?

Agora que você já sabe quantos anos dura a faculdade de Fonoaudiologia, chegou a hora de conhecer as principais disciplinas estudadas. Veja só:

  • Aquisição e Desenvolvimento da Linguagem;
  • Audiologia Educacional;
  • Audiologia I;
  • Audiologia II;
  • Avaliação, Métodos e Técnicas em Linguagem Escrita;
  • Avaliação, Métodos e Técnicas em Linguagem Oral;
  • Avaliação, Métodos e Técnicas em Motricidade Orofacial;
  • Avaliação, Métodos e Técnicas em Voz;
  • Bases Neurofisiológicas da Comunicação;
  • Ciências Morfofuncionais dos Sistemas Digestório, Endócrino e Renal;
  • Ciências Morfofuncionais dos Sistemas Nervoso e Cardiorrespiratório;
  • Ciências Morfofuncionais dos Sistemas Tegumentar, Locomotor e Reprodutor;
  • Dispositivos Eletrônicos de Amplificação Sonora;
  • Distúrbios da Linguagem Escrita;
  • Distúrbios da Linguagem Oral;
  • Distúrbios da Voz;
  • Distúrbios em Motricidade Orofacial;
  • Eletrofisiologia em Saúde;
  • Fonoaudiologia e Trabalho;
  • Fonoaudiologia Educacional;
  • Fonoaudiologia Forense;
  • Fonoaudiologia Hospitalar;
  • Fonoaudiologia Neurofuncional;
  • Gerontologia em Fonoaudiologia;
  • Introdução à Biologia Celular e do Desenvolvimento;
  • Libras – Língua Brasileira de Sinais;
  • Pensamento Científico;
  • Prática em Audiologia;
  • Prática em Fonoaudiologia Educacional;
  • Princípios de Audiologia;
  • Psicologia do Desenvolvimento;
  • Saúde Pública;
  • Sociedade Brasileira e Cidadania.

Essa é uma seleção de disciplinas pensada em preparar o aluno para os desafios do mercado de trabalho e do dia a dia da profissão. Assim, elas qualificam os estudantes para cuidar bem dos seus pacientes e oferecer a base necessária para que eles façam qualquer especialização ou pós-graduação.

Além desses conteúdos, você terá que realizar estágios supervisionados, que ocorrem ao longo de praticamente toda a graduação. O objetivo é mostrar ao estudante como é o dia a dia da profissão, permitindo aprender na prática.

Ainda, é uma ótima oportunidade para que você conheça diversas áreas da Fonoaudiologia e possa, assim, escolher aquela que mais combina com a sua personalidade e com os seus objetivos!

Algumas áreas em que você pode fazer os estágios são:

  • Fonoaudiologia Hospitalar;
  • Audiologia Clínica
  • Audiologia Educacional;
  • Dispositivos Eletrônicos de Amplificação Sonora;
  • Eletrofisiologia;
  • Linguagem;
  • Motricidade Orofacial;
  • Voz.

Como é a rotina de um estudante de Fonoaudiologia?

A rotina de um estudante de Fonoaudiologia pode ser intensa e diversificada, envolvendo uma combinação de atividades teóricas, práticas e estágios clínicos. Durante a faculdade, há atividades práticas em laboratórios, onde os alunos podem aplicar os conceitos aprendidos em aulas teóricas.

Essas práticas podem incluir exercícios de avaliação da linguagem, técnicas de terapia vocal, entre outros. Uma parte significativa da formação em Fonoaudiologia envolve estágios clínicos supervisionados, como você viu.

Nesse caso, os estudantes têm a oportunidade de trabalhar com pacientes reais, aplicar técnicas terapêuticas e ganhar experiência prática sob a supervisão de profissionais qualificados.

A rotina de um estudante de Fonoaudiologia envolve aulas teóricas, práticas clínicas, estágios e pesquisas, proporcionando uma formação abrangente e prática para atuar na área. Fonte: Shutterstock.

Além disso, como em muitos cursos superiores, os estudantes de Fonoaudiologia dedicam tempo a estudos independentes, revisando material didático, realizando pesquisas e se preparando para avaliações.

Trabalhos em grupo e projetos colaborativos são comuns, principalmente em disciplinas práticas. Os estudantes podem realizar atividades conjuntas para aprimorar as suas habilidades de trabalho em equipe.

É importante destacar que a rotina pode variar dependendo do semestre, das disciplinas específicas, do estágio em questão e das políticas da instituição de ensino. O equilíbrio entre teoria e prática é fundamental para preparar os estudantes de Fonoaudiologia para os desafios da profissão.

Quais são as modalidades de ensino do curso de Fonoaudiologia?

O curso de Fonoaudiologia é oferecido exclusivamente na modalidade presencial. Diferentemente de algumas graduações da área da saúde que podem adotar a modalidade semipresencial, o ensino a distância (EAD) não é uma opção para Fonoaudiologia.

Isso se deve à necessidade de aulas práticas para a formação qualificada do aluno, o que demanda a presença física em laboratórios e estágios clínicos. Portanto, a modalidade presencial é essencial para proporcionar aos estudantes uma experiência completa e prática, garantindo o desenvolvimento das habilidades necessárias para a profissão.

Onde trabalhar como fonoaudiólogo?

Os fonoaudiólogos podem trabalhar em diversos ambientes, oferecendo serviços relacionados à comunicação humana, distúrbios da fala, linguagem, audição, voz e motricidade orofacial.

Confira alguns locais que você poderá atuar após a conquista do diploma:

  • hospitais e clínicas;
  • empresas;
  • consultórios médicos;
  • centros de reabilitação.

Por que fazer o curso de Fonoaudiologia?

Existem várias razões para fazer o curso de Fonoaudiologia, e a escolha pode depender dos interesses e aspirações individuais de cada pessoa. Alguns motivos são:

  • diversas áreas de atuação: o campo da Fonoaudiologia oferece diversas áreas de atuação, como clínicas, hospitais, escolas, indústrias e pesquisa, proporcionando opções versáteis de carreira;
  • desenvolvimento de habilidades: o curso de Fonoaudiologia proporciona o desenvolvimento de habilidades clínicas essenciais, incluindo avaliação, diagnóstico e tratamento de distúrbios da comunicação;
  • alta demanda: a demanda por profissionais de Fonoaudiologia é consistente, proporcionando oportunidades de emprego em diversas regiões e setores da saúde;
  • possibilidade de ajudar as pessoas: os fonoaudiólogos desempenham um papel crucial na melhoria da qualidade de vida das pessoas, ajudando a superar desafios relacionados à fala, linguagem, audição e outros distúrbios comunicativos.
O curso de Fonoaudiologia capacita para promover comunicação e saúde auditiva, desempenhando papel vital no bem-estar. Fonte: Shutterstock.

Invista no seu futuro!

Se você tinha dúvidas sobre como ser fonoaudiólogo, entendeu que é necessário fazer o curso superior em Fonoaudiologia? Para ter uma formação de excelência e se destacar no mercado de trabalho, é fundamental estudar em uma instituição de ensino qualificada.

Na Anhanguera, você encontrará vantagens exclusivas, como:

  • corpo docente formado por mestres e doutores experientes;
  • formas de ingresso facilitadas;
  • laboratórios de aulas práticas de ponta.

Gostou? Então não perca mais tempo. Inscreva-se no vestibular da Anhanguera!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima